Gestão de Alojamento Local

300.00

Objetivos gerais:

  • Dotar os formandos de conhecimentos teóricos e técnicos na área do alojamento local, bem como de competências de gestão de unidades desta natureza.

 

Objetivos específicos:

  • Interpretar o regime jurídico que enquadra o Alojamento Local;
  • Compreender o processo de registo, licenciamento e comunicação;
  • Utilizar as diferentes plataformas digitais de promoção e divulgação;
  • Definir uma política de preços adequada e justa;
  • Identificar e aplicar normas de boas práticas de hospitalidade;
  • Gerir reclamações.

 

Módulos| Conteúdos programáticos (Total 32 horas):

Módulo I: Turismo nos Açores (6 horas)

  • Tipologias de empreendimentos turísticos na Região;
  • Análise a dados estatísticos sobre a evolução do turismo nos Açores;
  • Diferenças de legislação entre os Açores e Portugal Continental.

Módulo II: Legalização do Alojamento Local (6 horas)

  • Análise das condições da habitação e seus requisitos;
  • Análise da documentação necessária;
  • Entrada de processo junto da Câmara Municipal;
  • Processo de vistoria e aquisição da licença.

Módulo III: Preços, Calendários, Gestão Interna (6 horas)

  • Análise de mercado e fixação de preços por noite;
  • Limpeza, compras, apresentação e manutenção do alojamento;
  • A importância das fotos e descrição do alojamento;
  • Gestão de calendário de reservas, limpeza, valores e comissões.

Módulo IV: Canais de Divulgação (6 horas)

  • Análise dos diferentes canais de divulgação online e suas diferenças;
  • Registo e manutenção dos respetivos canais;
  • O que são e para que servem os “channel-managers”;
  • A importância das reviews.

Módulo V: Processo de Check-in e Acompanhamento da Reserva (6 horas)

  • Simulação de check-in num alojamento local (saída das instalações de formação/avaliação);
  • Comunicação prévia ao cliente sobre o procedimento de check-in;
  • Acompanhamento da reserva e garantia de check-out de sucesso;
  • Comunicações obrigatórias ao SEF e SREA;
  • Avaliação escrita.

 

Destinatários:

  • Proprietários de alojamentos de curta duração;
  • Gerentes/Administradores de unidades de Alojamento Local;
  • Profissionais da área do Turismo;
  • Pessoas que queiram iniciar a atividade de gestão de unidades de Alojamento Local.

 

Métodos pedagógicos:

Os métodos e técnicas aplicados na ação de formação serão adequados ao público-alvo. A formação terá como metodologias:

  • Método Expositivo: O formador utilizará este método, a fim de expor as principais temáticas e conceitos-chave a abordar ao longo da sessão;
  • Método Interrogativo: O formador colocará questões aos formandos, induzindo a sua reflexão acerca dos tópicos abordados, de forma a permitir uma melhor consolidação dos conceitos-chave adquiridos;
  • Método Ativo: A utilização deste método dará aos formandos um papel central na sistematização dos conteúdos temáticos abordados. Para tal serão desenvolvidas atividades com recurso a discussão de ideias, exercícios de consolidação de conhecimentos e estudo de casos.

Para aplicação dos métodos pedagógicos serão aplicadas as seguintes técnicas: exposição, formulação de perguntas, debate, exercícios práticos de sistematização de conteúdos, brainstorming, estudo de casos, entre outros.

 

Metodologia de avaliação:

Em termos de metodologia pedagógica de avaliação, pretende-se que o curso inclua duas dimensões de avaliação dos formandos: avaliação formativa e avaliação sumativa.

  • A avaliação formativa refere-se à avaliação a realizar ao longo do curso, através do acompanhamento da aprendizagem dos formandos no plano dos saberes adquiridos. Tal acompanhamento será feito através da realização de exercícios de consolidação de conhecimentos, de questões de consolidação, entre outros. Esta componente de avaliação terá o peso de 70% na avaliação final do curso.
  • No que se refere à avaliação sumativa, será realizada através de um exercício de avaliação – estudo de caso -, realizado no fim do curso, consolidando todos os conhecimentos adquiridos. Esta componente de avaliação terá o peso de 30% na avaliação final do curso.

A escala utilizada nos exercícios de sistematização e de avaliação final aplicados será expressa em termos quantitativos na escala de 1 a 5 e será convertível para uma escala qualitativa de 1 –  Muito Insuficiente, 2 –  Insuficiente, 3 –  Suficiente, 4 –  Bom e 5 –  Muito Bom.

A classificação atribuída aos formandos no final do cursos traduz-se em: “Com Aproveitamento” e “Sem Aproveitamento”.

Considera-se que um formando teve aproveitamento no curso quando a sua classificação final for igual ou superior ao 3, correspondendo em termos qualitativos a “Suficiente”.

O aproveitamento dos formandos no curso fica ainda condicionado à verificação da assiduidade, que deverá ser de 95% dado o seu carácter contínuo.

 

Modalidade de formação:

  • Contínua.

 

Formas de organização:

  • Presencial.

 

Espaço utilizado:

  • Sala com boa luminosidade, ventilação, temperatura e isolada de ruídos perturbadores ao bom funcionamento da ação;
  • Sala com possibilidade de ser escurecida, no sentido de realizar-se a visualização de projeções;
  • Espaço equipado com todos os recursos didáticos necessários;
  • Mobiliário que respeite as regras de ergonomia dos formadores e dos formandos;
  • Espaço amplo o suficiente (mínimo 2 m2/formando) para permitir a disposição das mesas em “U”, no sentido da facilitação da comunicação, bem como concretização de dinâmicas de grupo;
  • Local de fácil acesso e em boas condições de higiene e segurança.

 

Recursos pedagógicos:

  • Computador com Ligação à Internet;
  • Quadro branco;
  • Canetas coloridas;
  • Videoprojector;
  • Bloco de Notas;
  • Material de escrita.

 

Documentação de apoio:

No decorrer do curso será facultado aos formandos um conjunto de suportes de apoio, nomeadamente, apresentação em suporte PowerPoint (utilizadas pelo(a) formador(a)) e instrumentos de consolidação de conhecimentos, considerados fundamentais.

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Gestão de Alojamento Local”