Projeto de redes prediais de águas e esgotos

Objetivos gerais:

  • Definir os princípios da conceção e dimensionamento de projetos de redes prediais de águas e esgotos.

 

Objetivos específicos:

  • Indicar princípios de conceção e dimensionamento de sistemas prediais de distribuição de água fria;
  • Diferenciar os princípios para a conceção e dimensionamento de sistemas prediais de distribuição de água quente;
  • Identificar princípios para a conceção e dimensionamento de redes de combate a incêndios com água;
  • Indicar princípios de conceção e dimensionamento de sistemas de drenagem de águas residuais domésticas e pluviais;
  • Caracterizar as instalações de elevação e/ou sobrepressão.

 

Módulos|Conteúdos programáticos (18 horas):

Módulo I: A conceção e o dimensionamento dos sistemas prediais de distribuição de água fria (4 horas):

  • Aspetos regulamentares e normativos;
  • Sistemas de alimentação;
  • Reservatórios para acumulação de água;
  • Consumo de água;
  • Conceção;
  • Níveis de conforto;
  • Caudais instantâneos;
  • Caudais de cálculo;
  • Determinação das características dimensionais e de escoamento das redes;
  • Verificação das condições de pressão;
  • Os materiais utilizados.

Módulo II: A conceção e o dimensionamento dos sistemas de produção e distribuição de água quente (2 horas):

  • Aspetos regulamentares e normativos;
  • Consumo de água;
  • Instalações de produção;
  • Determinação das características dimensionais e de escoamento das redes, com e sem retorno;
  • Os materiais utilizados.

Módulo III: A conceção e o dimensionamento das redes de combate a incêndios com água (4 horas):

  • Caracterização dos diferentes sistemas (redes de incêndio armadas, redes secas, redes húmidas, redes com sprinkleres e cortinas de água);
  • Determinação das características dimensionais e de escoamento das redes;
  • Os materiais e equipamentos utilizados.

Módulo IV: A conceção e o dimensionamento dos sistemas de drenagem de águas residuais domésticas e pluviais (4 horas):

  • Aspetos regulamentares e normativos;
  • Sistemas de drenagem;
  • Conceção;
  • Níveis de conforto;
  • Caudais de descarga;
  • Caudais de cálculo;
  • Determinação das características dimensionais e de escoamento das redes;
  • Os materiais utilizado.

Módulo V: As instalações de elevação e/ou sobrepressão (4 horas):

  • Aspetos regulamentares e normativos;
  • Instalações elevatórias e/ou sobrepressoras;
  • Elevação ou sobrepressão para reservatório;
  • Elevação ou sobrepressão com bombagem direta;
  • Sistemas hidropneumáticos;
  • Os materiais e equipamentos utilizados.

 

Destinatários:

  • Licenciados nas áreas da engenharia, construção civil, arquitetura ou áreas similares com idade igual ou superior a 18 anos, com necessidades de aquisição e reforço de conhecimentos e competências na área dos projetos de redes prediais de águas e esgotos.

 

Métodos pedagógicos:

Será privilegiada uma metodologia de formação expositiva, quando se trata de teorização de conceitos e, interrogativa, através da utilização de questões de consolidação junto dos formandos. O método ativo será utilizado complementarmente, através da análise de estudos de caso sobre os conteúdos abordados, da discussão de ideias, da realização de trabalhos práticos, das questões colocadas pelos formandos, assim como pelas suas respostas em relação às questões colocadas pelo formador.

Serão aplicadas as seguintes técnicas pedagógicas: exposição, formulação de perguntas, debate, exercícios práticos de sistematização de conteúdos, brainstorming, estudos de caso, entre outros.

 

Metodologia de avaliação:

Em termos de metodologia pedagógica de avaliação, pretende-se que o curso inclua duas dimensões de avaliação dos formandos: avaliação formativa e avaliação sumativa.

  • A avaliação formativa refere-se à avaliação a realizar ao longo do curso, através do acompanhamento da aprendizagem dos formandos no plano dos saberes adquiridos. Tal acompanhamento será feito através da realização de exercícios de consolidação de conhecimentos, de questões de consolidação, entre outros. Esta componente de avaliação terá o peso de 70% na avaliação final do curso.
  • No que se refere à avaliação sumativa, será realizada através de um exercício de avaliação – estudo de caso -, realizado no fim do curso, consolidando todos os conhecimentos adquiridos. Esta componente de avaliação terá o peso de 30% na avaliação final do curso.

A escala utilizada nos exercícios de sistematização e de avaliação final aplicados será expressa em termos quantitativos na escala de 1 a 5 e será convertível para uma escala qualitativa de 1 –  Muito Insuficiente, 2 –  Insuficiente, 3 –  Suficiente, 4 –  Bom e 5 –  Muito Bom.

A classificação atribuída aos formandos no final do cursos traduz-se em: “Com Aproveitamento” e “Sem Aproveitamento”.

Considera-se que um formando teve aproveitamento no curso quando a sua classificação final for igual ou superior ao 3, correspondendo em termos qualitativos a “Suficiente”.

O aproveitamento dos formandos no curso fica ainda condicionado à verificação da assiduidade, que deverá ser de 95% dado o seu carácter contínuo.

 

Modalidade de formação:

  • Contínua.

 

Formas de organização:

  • Presencial.

 

Espaço utilizado:

  • Sala com boa luminosidade, ventilação, temperatura e isolada de ruídos perturbadores ao bom funcionamento da ação;
  • Sala com possibilidade de ser escurecida, no sentido de realizar-se a visualização de projeções;
  • Espaço equipado com todos os recursos didáticos necessários;
  • Mobiliário que respeite as regras de ergonomia dos formadores e dos formandos;
  • Espaço amplo o suficiente (mínimo 2 m2/formando) para permitir a disposição das mesas em “U”, no sentido da facilitação da comunicação, bem como concretização de dinâmicas de grupo;
  • Local de fácil acesso e em boas condições de higiene e segurança.

 

Recursos pedagógicos:

  • Computador com Ligação à Internet;
  • Quadro branco;
  • Canetas coloridas;
  • Videoprojector;
  • Bloco de Notas;
  • Material de escrita.

 

Documentação de apoio:

  • No decorrer do curso será facultado aos formandos um conjunto de suportes de apoio, nomeadamente, apresentação em suporte PowerPoint (utilizadas pelo(a) formador(a)) e instrumentos de consolidação de conhecimentos, considerados fundamentais.

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Projeto de redes prediais de águas e esgotos”